Fazenda Boa Vista: Onde tudo começou...

Foi a partir desta fazenda que surgiu a cidade de Boa Vista

Não há como falar sobre a história da capital roraimense sem falar sobre a fazenda que denominou a cidade. A região onde hoje predomina o Estado de Roraima começou a ser explorada em meados do século XVIII, com a construção do Forte São Joaquim – uma tentativa do governo português de conter as ameaças de invasão holandesas, inglesas e espanholas (em breve vamos abordar com mais destaque esse fato).

Cap. Inácio Lopes de Magalhães
Há cerca de 30 quilômetros do forte, foi fundada em 1830 a Fazenda Boa Vista, pelo capitão cearense Inácio Lopes de Magalhães, que era ex-comandante do Forte de São Joaquim e que antes já tinha passado pelas cidades de Belém e Manaus. 

Casado com Liberata Batista Mardel, teve oito filhos: Carlos Mardel Magalhães, Francisca de Magalhães, Alberta de Magalhães, Manoel Lopes de Magalhães, Júlia de Magalhães, Januário Magalhães, José Lopes de Magalhães e Prudênia de Magalhães. Surgia assim a tradicional família Magalhães, atualmente com bastantes membros em Roraima.


Fazenda Boa Vista, com o povoado se formando ao redor. Destaque para a Igreja Matriz

Ao redor da Fazenda Boa Vista, começou a surgir o povoado que logo se chamaria Freguesia de Nossa Senhora do Carmo (novembro de 1858), quando a região ainda fazia parte da Província do Amazonas. Em 1887, o povoado foi elevado à condição de Vila de Boa Vista do Rio Branco. 

Somente três anos depois, em 9 de julho de 1890, um decreto assinado pelo então governador do Amazonas Augusto Ximênes de Villeroy deu à vila o status de município. Com a criação do Território Federal de Roraima, em 1940, a cidade foi escolhida para ser a capital.

Inácio de Magalhães morreu no ano de 1881, aos 76 anos. Foi enterrado no antigo cemitério São Sebastião, no centro de Boa Vista. Já a casa forte da fazenda Boa Vista, originalmente construída em estilo colonial, foi sendo descaracterizada com o passar dos anos.

Restaurante Meu Cantinho. Em quase nada lembra a antiga sede da Fazenda Boa Vista

Atualmente no local funciona o Restaurante Meu Cantinho, que em 1996 foi recuperado através do Projeto Raízes da Prefeitura de Boa Vista. Mas em 2004, os proprietários fizeram novas alterações, retirando o piso original. Hoje, a disposição antiga dos cômodos e janelas está comprometida, não sendo possível reconhecer a antiga aparência colonial.

Apesar disso, sempre que posso vou lá, não apenas para apreciar os ótimos pratos servidos pelo restaurante. Mas também, para tentar imaginar como seria a cidade, nos idos de 1930, quando tudo começou...

Fonte:


Postar um comentário

2 Comentários

  1. Fábio...Boa tarde!🙂
    Só um reparo se vc me permite...a data de fundação da Fazenda é de 1830...e não 1930...
    Um abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita! Foi uma 'leve' confusão! Muito obrigado pelo toque. Abraços!

      Excluir