“MEDOS”| Espetáculo online de dança transmite reflexão sobre desafios da atualidade

O grupo FranDance tomou os medos gerados pela pandemia para compor o espetáculo |FOTO: Divulgação/FranDance 

A pandemia de covid-19 mudou radicalmente a forma como cada um enxerga a vida e os novos desafios gerados nesse novo “normal”. E pensando nisso, com a proposta de fazer com que as pessoas reflitam mais sobre este momento, o grupo FranDance apresenta o espetáculo “Medos”, disponível online no Facebook. 

De autoria do bailarino Francisco das Chagas Almeida Silva, o projeto é baseado no município de Mucajaí e foi contemplado pelo Prêmio Nonato Chacon de Artes Cênicas, por meio da Secretaria de Cultura (Secult) com recursos da Lei Aldir Blanc. 

De acordo com o artista, a ideia do espetáculo é falar sobre o medo, e tem como princípio a reflexão do público para os diversos tipos de medos que rodeiam a mente diariamente, principalmente nesses tempos em que a pandemia ainda é um dos grandes dilemas da atualidade. 

“Nós apresentamos esse espetáculo dentro de um processo pandêmico, e com isso não teve a participação de muitas pessoas respeitando a restrição do público que o decreto municipal propõe. Então foi um momento muito novo para o artista. E usamos esse medo como deixa, como, por exemplo, o medo de perder o emprego, medo da morte, morte de perder uma amizade e isso resultou em um belíssimo espetáculo”, ressaltou. 

O bailarino reforçou o sentimento de gratidão por poder contar com o apoio do Governo de Roraima. “Nós estávamos todos ociosos, sem praticar a dança, e com o recurso nós nos adaptamos aos ensaios, todo mundo usando a máscara, que escondeu a maquiagem dos bailarinos. Mesmo assim, nós nos adaptamos e prestamos esse serviço com o recurso que recebemos. E a sensação é de gratidão por que todo esse dinheiro foi investido aqui em Mucajaí, desde o costureiro à maquiagem. A dificuldade existe na pandemia ou não, o que vale para nós é a coragem de enfrentar os desafios”, disse. 

Para o secretário de Cultura, Sherisson Oliveira, por meio da Lei Aldir Blanc foi possível contemplar grupos culturais em todos os municípios de Roraima. “A Lei Aldir Blanc foi e continua sendo um importante socorro ao setor, chegando a todo o Estado e beneficiando, principalmente, trabalhadores e espaços culturais que tiveram suas atividades interrompidas por conta da covid-19”, destaca o secretário. 

O artista – Francisco das Chagas Almeida Silva é formado em Letras, Pedagogia e pós-graduado em Gestão Cultural. Funcionário da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo de Mucajaí, ele também é presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais. Amante da arte e da cultura, iniciou a trajetória no teatro, mas hoje atua mais no segmento da dança. 

Para assistir o espetáculo:

https://www.facebook.com/111210173856529/videos/297026518433597 


Com informações da Secretaria de Cultura (Secul)

Postar um comentário

0 Comentários